cropped-logo_summer_com_efeito.png

PALESTRA BRUCE DICKINSON

Release

Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden, estará no Summer Breeze para uma palestra especial, nomeada “From Rock Star to Businessman”, onde falará sobre a sua vida, a carreira e o empreendedorismo em seu seu lado empresarial.

 

Aos 64 anos de idade, Dickinson divide seu tempo liderando o Iron Maiden com as funções de piloto e capitão de companhia aérea, empresário da aviação, historiador, escritor, palestrante motivacional, investidor, podcaster, cervejeiro, apresentador de rádio, esgrimista… Portanto, assunto não faltará para uma das figuras mais emblemáticas e versáteis reveladas pena cena musical e que fará a sua palestra no palco Waves Stage, exclusivo para os que adquirirem o acesso ao Summer Lounge.

 

Paul Bruce Dickinson, nascido no dia 7 de agosto de 1958, em Worksop, cidade no condado de Nottinghamshire (ING), começou ainda jovem a mostrar seus anseios artísticos. Curiosamente, no entanto, o primeiro passo foi quando se juntou ao grupo de dramaturgia do colégio interno Oundle. O passo seguinte, no entanto, também não foi com um microfone em mãos, mas com um par de baquetas. A paixão pela música havia despertado com os Beatles, mas foi “Speed King”, do Deep Purple, que mudou sua mente. Dickinson ouvira a música que vinha de um quarto vizinho ao seu em Oudle, e a sensação ao saber do que se tratava está descrita no livro “Bruce Dickinson: Uma autobiografia – Para que serve esse botão?” (2018).

 

Ele comprou “In Rock” (1970), quarto álbum de estúdio do Deep Purple, “(…) de segunda mão, todo arranhado (…). Ali, amigos, a coisa ficou séria”. Dickinson até queria ser como o baterista Ian Paice, mas acabou se rendendo ao talento do vocalista Ian Gillan, sua maior fonte de inspiração. Assim, quando Dickinson entrou na Queen Mary College, em Londres, para cursar História, sua carreira começou a decolar. A primeira banda foi o Speed, e a segunda, o Shots, com a qual gravou sua primeira canção, “Dracula”.

 

O ano era 1977, e Dickinson tinha 19 anos. Em seguida, ele se juntou ao Samson e, batizado de “Bruce Bruce” Dickinson, gravou dois discos de estúdio. Porém, a cartada definitiva veio com o convite para substituir Paul Di’Anno no Iron Maiden. Assim, ele ajudouo grupo a se tornar uma das maiores lendas do heavy metal. De “The Number of the Beast” (1982) a “Fear of the Dark” (1992), foram sete discos de estúdio antes de o vocalista decidir sair, em 1993, para seguir carreira solo – que havia começado com “Tattooed Millionaire” (1990). Bruce retornou ao Maiden em 1999, onde se mantém até hoje, tendo passado pelo Brasil na turnê promocional do mais recente álbum, “Senjutsu” (2021) décimo sétimo de estúdio dos ingleses.

 

Bem, Bruce é tão batalhador e destemido que nem mesmo um câncer na língua pôde detê-lo. Sorte dos fãs, incluindo os brasileiros, que desde o antológico show no festival Rock in Rio (1985) têm o privilégio de vê-lo dando aula no palco com seu indefectível “Scream for me, Brazil!”.

APRESENTA

cropped-logo_summer_com_efeito.png

Patrocinadores Master

cropped-logo_summer_com_efeito.png

Patrocinadores

cropped-logo_summer_com_efeito.png

Apoio

1

Media Partners

Receba novidades
em primeira mão

Copyrights

Summer Breeze Open Air Festival Brazil Eventos Ltda