cropped-logo_summer_com_efeito.png

Stratovarius

Release

Existem certas bandas da cena do heavy metal que caem no gosto dos brasileiros, como a inglesa Iron Maiden, a alemã Helloween e a finlandesa Stratovarius, formada atualmente por Timo Kotipelto (vocal), Matias Kupiainen (guitarra), Lauri Porra (baixo), Rolf Pilve (bateria) e Jens Johansson (teclado), que promovem o mais recente álbum, “Survive” (2022).

 

Fundada em 1984 por músicos da região de Helsinque – o baterista e vocalista Tuomo Lassila, o baixistaJohn Vihervã e o guitarrista Staffan Strahlman –, sob o nome Black Water, a banda consolidou-se no ano seguinte, quando ocorreu a chegada do guitarrista e vocalista Timo Tolkki e a mudança de nome para Stratovarius, uma junção de Stratocaster e Stradivarius. Os primeiros trabalhos, “Fright Night” (1989), “Twilight Time” (1992) e “Dreamspace” (1994), não obtiveram reconhecimento mundial, mas quando Tolkki decidiu que seus dias como vocalista tinham chegado ao fim, Timo Kotipelto assumiu o posto de ‘frontman’. Assim, o Stratovarius começou a decolar.

 

Após mais um trabalho de estúdio, “Fourth Dimension” (1995), chegaram o baterista alemão Jörg Michael (ex-Running Wild, Grave Digger, Axel Rudi Pell, Rage e outros) e o tecladista Jens Johansson (ex-Dio, Yngwie Malmsteen e Silver Mountain). Com a nova formação efetivada saiU “Episode” (1996), seguido por “Visions” (1997), que trouxe clássicos como “The Kiss of Judas” e “Black Diamond”. Desde então, o Stratovarius vem passando pelo Brasil com frequência, sempre com shows concorridos. O registro da turnê de “Visions” (1997) veio com o lançamento de “Visions Of Europe” (1998), seguido por “Destiny” (1998).

 

Em 2000, saiu “Infinity”, também muito bem recebido pelos fãs. Os lançamentos seguintes, “Elements Part 1 e 2” (2003), vieram em um período de incertezas e problemas internos, especialmente com Timo Tolkki, que estava psicologicamente abalado. Os anos de 2004 e 2005 foram turbulentos para o grupo, que inclusive chegou a anunciar o seu fim. Mas o período de desentendimentos e separações deu lugar à conciliação e o Stratovarius deu a volta por cima com o sólido álbum auto-intitulado, lançado em 2005. O material foi seguido por uma turnê que passou por vários lugares do mundo, inclusive o retorno ao Brasil, onde registrou um DVD gravado em São Paulo (SP).

 

Em maio de 2008, Tolkki cedeu os direitos do nome e a banda seguiu com Timo Kotipelto, Jens Johansson e Jörg Michael. Contando com Matias Kupiainen no posto de Tolkki saiu “Polaris” (2009), seguido por “Elysium” (2011), que conquistou a primeira posição nas paradas da Finlândia, algo que não ocorria desde “Infinite”. Como a fase era boa e promissora, veio o ao vivo “Under Flaming Winter Skies – Live in Tampere” (2012), último trabalho com Jörg Michael, substituído por Rolf Pilve, que estreou com “Nemesis” (2013) e seguiu em “Eternal” (2015).

 

Desde 1997 o Stratovarius, que leva o título de uma das principais bandas do chamado metal melódico, é um nome consolidado para os fãs brasileiros. Assim, os músicos estão preparados e sedentos para mostrar seu poder de fogo, mesclando novas canções de “Survive” (2022) e os antigos clássicos no “Summer Breeze”.

 

DISCOGRAFIA:

Fright Night (1989)

Twilight Time (1992)

Dreamspace (1994)

Fourth Dimension (1995)

Episode (1996)

Visions (1997)

Destiny (1998)

Infinite (2000)

Elements Pt. 1 (2003)

Elements Pt. 2 (2003)

Stratovarius (2005)

Polaris (2009)

Elysium (2011)

Nemesis (2013)

Eternal (2015)

Survive (2022)

 

Site oficial: www.stratovarius.com

Instagram: www.instagram.com/stratovariusofficial

Facebook: https://www.facebook.com/stratovarius

APRESENTA

cropped-logo_summer_com_efeito.png

Patrocinadores Master

cropped-logo_summer_com_efeito.png

Patrocinadores

cropped-logo_summer_com_efeito.png

Apoio

1

Media Partners

Receba novidades
em primeira mão

Copyrights

Summer Breeze Open Air Festival Brazil Eventos Ltda